mas sempre com muita alegria.


 

 

O alfabeto trapalhão.

 

 

 

Nada melhor que aprender e sempre a sorrir.

publicado por E. B. 1 PAREDE Nº4 às 20:30